terça-feira, 14 de julho de 2015

Curiosidade: Os atores narravam as aberturas dos programas!

Os próprios intérpretes já narraram aberturas dos programas de Bolaños

Você por acaso sabia que os próprios atores narravam as aberturas dos programas. Isso mesmo, os próprios atores. Tem até uma abertura do Chapolin Colorado, onde o próprio protagonista narra.

O narrador "padrão" das aberturas de ambos os programas (considerando a fase clássica dos anos 70) foi o saudoso Jorge Guiterréz-Zamora (morto no dia 02 de abril - saiba mais nesse link do Fórum Único Chespirito), que dublou desde 1974 até 1979. Mais tarde, no final de 1979 e a partir dos anos 80, Jorge seria substituído por Rubén Aguirre, Edgar Vivar e Maria Antinieta de las Nieves, atores que, retrospectivamente, interpretou Professor Girafales, Senhor Barriga e Chiquinha, do seriado Chaves. Sendo que os três atores citados já narraram muito antes, várias aberturas dos programas. Rubén foi o narrador das aberturas dos programas de Chespirito desde o fim dos anos 60 até 1972. Assim, Maria Antonieta começa a narrar as aberturas dos programas, que haviam virado programas independentes em 1973.


Mas, eles não foram os únicos. Florinda Meza (a Dona Florinda), logo depois que Maria Antonieta ficou afastada do elenco por sua gravidez, começou a narrar várias aberturas de vários episódios. Até o próprio Roberto Gómez Bolaños narrou a introdução do episódio De noite, todos os gatos fazem "miau" de 1974, do seriado Chapolin. No caso de Edgar Vivar, como dito antes, não chegou a narrar as aberturas das séries nas temporadas dos anos 1970, e sim algumas aberturas do Programa Chespirito no início dos anos 80. Maria Antonieta não narrava tanto nessa época, como narrava nos anos 70.

Depois de um tempo, ainda nos anos 80, Gabriel Fernández, marido de Maria Antonieta, narrou as aberturas do programa semanal de Chespirito.

Abaixo, veja algumas aberturas narradas pelos atores, incluíndo a abertura do seriado inédito La Chicharra, narrada por De Las Nieves:




Nenhum comentário:

Postar um comentário